FAQ

Perguntas Frequentemente Enviadas

O que se entende por cogeração?

“A cogeração é a produção simultânea de energia elétrica e térmica a partir da exploração máxima da energia primária (gás natural ou biogás), através de sistemas que garantem a eficiência energética máxima e não disperdem no ambiente, mas recuperam e valorizam o calor produzido pelo motor endotérmico (ou turbina).
Produzir energia elétrica através de uma planta de cogeração é vantajoso em relação à aquisição da rede, ainda permite desfrutar o calor derivado dos processos de resfriamento do motor: a água quente pode ser emitida diretamente no ciclo de produção e utilizada para aquecer os ambientes, enquanto o calor elevados das fumaças de descarga pode ser utilizado para obter vapor ou água superaquecida, para aquecer o óleo diatérmico ou para outras necessidades.
A cogeração reduz os custos da energia até 30% e melhora a imagem das empresas, contribuindo ainda com o alcance de um sistema ecossustentável, em sintonia com as diretrizes europeias e nacionais e com os objetivos mundiais de salvaguarda do ambiente

O que é Gás Natural ou Gás Metano?

Fonte primária de energia, principalmente de origem fóssil. O gás natural é uma mistura de combustível de substâncias gasosas (formada por hidrocarbonetos e não-hidrocarbonetos). Os gases pertencentes à família dos hidrocarbonetos são metano, etano, propano e butano, enquanto aqueles formados pelos não-hidrocarbonetos são principalmente representados por dióxido de carbono, óxidos de nitrogênio e óxidos de enxofre. O gás natural se acumula em reservatórios de camadas geológicas, isto é, em volumes circunscritos do subsolo, onde as rochas porosas e as rochas impermeáveis sobrepostas assumem uma conformação especial chamada armadilha que impede que o gás fuja para a superfície.

Quais são as vantagens da utilização da cogeração no setor Greenhouse?

As plantas de cogeração alcançam uma eficiência notável nas aplicações Greenhouse e representam ainda uma fonte de energia elétrica bastante flexível. O uso da cogeração de gás natural no setor Greenhouse permite a produção simultânea de energia elétrica, energia térmica e CO2. A eletricidade pode ser empregada para a iluminação ou inserida na rede. O calor pode ser empregado para a produção de água quente, de alta ou baixa temperatura, utilizada para o aquecimento e a climatização da estufa. O CO2 constitui um ótimo fertilizante.

Como é explorada a energia produzida pela cogeração em uma estufa?

A energia elétrica é utilizada para a alimentação de lâmpadas especiais estudadas para simular a luz solar e estimular o crescimento das plantas também nos períodos de pouca luminosidade natural. Um sistema de recuperação do calor é depois utilizado para a produção de água quente útil para aquecer a estufa, enquanto um catalisador de uréia é destinado para a redução dos poluentes presentes nos gases de descarga, como por exemplo, óxidos de nitrogênio (NOx), que podem assim ser inseridos diretamente na estufa, favorecendo o fator de crescimento das plantas, graças ao fornecimento de CO2. Isto permite um aumento do rendimento de produção até 30% em relação a um cultivo tradicional em estufas sem enriquecimento carbônico. Tudo isso permite prolongar o período de cultivo, aumentando assim também a quantidade dos produtos cultivados.